domingo, 27 de dezembro de 2015

Inspiração.


Venho como a sombra
Com apenas um olhar escuro
Busco pelos homens sonhadores
Aqueles que se inspiram no vento

Passo despercebida pelas portas
Sou apenas um vulto na janela
Desejo lhe possuir lábios
Morder vorazmente sua língua

Não, não se deixe enganar pelas formas
Nem tudo em mim é preto e branco
Possuo uma alma colorida
E só perturbo a quem gosto.


Autor: Gilberto Fernandes Teixeira