terça-feira, 27 de agosto de 2013

Liberte seus sonhos.


Liberte as palavras
Liberte seus atos
Liberte a sua vida
Liberte o seu amor

 Vá libertando...
Seus sonhos,
Suas fantasias,
Suas utopias

Liberte-se!
Faça sempre a diferença
Viva na transparência
Da liberdade que conquistou.


Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Acordes.


O universo sempre coopera
Escute a voz do seu coração
O amor está no ar
Veja-o nos olhos de uma criança

A música atrai os bons fluidos do sol
A liberdade voa nas asas do vento
O tempo pode parar por algum instante
A fotografia é uma luz sobre as sombras

O mundo roda no asfalto do espaço
A poesia é uma imaginação em cores
O grito pode ser a dor do momento
Mas o eco sempre volta fazendo acordes.


Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

Adormeço


Adormeço na praia...
E as ondas libertam meus sonhos
Trazem meu príncipe
Contam a minha história

Eu queria escrever um livro
Com um conto
Uma novela
Ou apenas uma poesia

As palavras me dão a inspiração
E eu tomo o rumo certo
Eu adormeço na praia
E as letras formam meu universo.


Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

sábado, 17 de agosto de 2013

Procuro-te.


Procuro-te entre as vagas
Entre os versos
Entre os muros
Dos meus pensamentos

Procuro-te no amanhecer
No entardecer
Entre o sol e as estrelas
No brilho fixo da lua

Procuro-te nas alturas
Nas profundidades dos mares
Entre os focos dos olhares
Nos átrios dos corações

Procuro-te em mim mesmo
Dentro das minhas entranhas
Mas só lhe encontro além do ar
Da minha respiração...

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Lua cheia.


Lua cheia de amor
Sobrevoando a noite
Satélite de corações
Céu de muitas estrelas

Meus sonhos de Cinderela
Pesadelos de lobisomem
Marés que passam da praia
Brilho metálico no ar

Lua  que paira e orbita
Na entranhas dos sentimentos
Há vagas por entre as estrofes
E rimas por completar.


Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

A troca.


Olhos nos olhos
Boca na boca
Palavras são gemidas
Palavras são sussurradas

Ela me quer assim...
Nas sombras
Feito índio, feito macho
À procura da caça

Trocamos seivas de amor
Fluidos de corpos
Trocamos nossos prazeres
Como peças de roupas.


Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

domingo, 11 de agosto de 2013

Por dentro.


Ela entrou em mim com seu silêncio
Fez de mim morada
Limpou-me por dentro e por fora
Zelou do meu coração

Ela entrou em mim
Como uma dama
Como uma alma
Como quem sabe das coisas

Ela entrou em mim pela porta da frente
Entrou como luz
Acendeu as minhas chamas
E hoje, apenas me devora.


Autor; Gilberto Fernandes Teixeira

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Coração velejante.


Lanço meus pensamentos...
E meus olhos acompanham as letras
Elas desenham palavras
Nas brumas das ondas sobre a areia

Onde estaria o meu amado?
Sinto a brisa de além mar
A calma das ondas na praia
Vejo o partir de outras caravelas

Meu coração velejante quer voar
Buscar-te além do infinito
Capturar a poesia da saudade
E deixar as letras caírem sobre o papel.

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Contemplação.


Sabe aqueles dias...
Em que o silêncio,
Em que o vento
Bate de frente, no rosto!
É assim que me sinto
É assim que me lanço
É assim que lhe procuro
É assim que me refugio
Fico aqui bem no alto
Bem na pontinha do penhasco
Olhando para as suas maravilhas
Então contempla o meu coração
Por seus infindáveis mistérios.

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira